Tratamento com dermatologista?

03:55 2 Comments A+ a-



Toda vez em que pensamos em dermatologista temos como objetivo uma pele lisinha. Claro que essa não é a única função do mesmo, mas essa também se aplica.
Comecei um tratamento de três meses com uma dermatologista aqui em minha cidade e vou contar tudo à vocês e contar realmente como é o passo a passo de um tratamento e o que foi-me receitado e recomendado.
Clique em mais para continuar vendo.

Bom, fui-me eu na dermatologista com o objetivo de remover minhas estrias, pois por conta de uma doença no rim que tive quando criança; tomei medicação muito forte e a mesma afinou minha pele, o que foi uma festa na hora que meu corpo começou a se desenvolver, estouraram várias estrias, tanto em minhas costas e seios quanto em meus glúteos.
Eu até que não me importo muito com elas, pois ficam em lugares que não dá pra se enxergar a menos que me vejam nua, mas minha mãe me atormentou por meses para que eu fosse em uma clínica dermatologista, eu fui, mas pra falar a verdade eu não fui só para tratar minhas estrias, fui também para tratar do meu problema com a acne e chegando lá vi que não era só da minha pele que eu queria cuidar.
Bom, irei começar do começo! (what?!kkkk).
Ao chegar lá ela avaliou minhas estrias e disse que por elas não serem muito grossas, eu poderia fazer um tratamento a lazer. O que mais tardar eu deixei de lado, já que uma única sessão é um absurdo de cara.
Logo depois disso contei-lhe o meu problema com espinhas e minha aparencia, que me sentia horrível com aquelas espinhas enormes, cheias de pus e amarelas de tão grandes que ficavam em meu rosto.
Nunca tive muitas mas de uns tempos pra cá elas aumentaram consideravelmente. A médica perguntou-me se eu havia notado algo que poderia ter desencadeado o triplicamento das espinhas e eu respondi que isso havia acontecido após a páscoa. Ela riu e me explicou algo que não lembro muito bem sobre chocolate não dar espinha mas algo sim, juro que se lembrasse escreveria, mas como não lembro; deixem quieto.
Ela então me receitou um remédio, que poderia eu mandar manipular ou comprar já pronto na farmácia. É um comprimido, o meu cor laranja bem forte, mas acredito que a cor não deve ser a mesma quando o comprimido se é mandado manipular.
Logo em seguida ela passou uma espécie de pomada, da qual devo eu passar todas as noites antes de dormir e ter muito cuidado com os olhos. A pomada não é muito robusta, tem uma aparencia meio líquida mas já fez-se rápida em seus resultados. A única coisa que não gostei foi que depois de três dias meu rosto começou a arder quando comecei a aplicar a mesma, mas a dermatologista assegurou-me que era normal.
As vezes eu tenho vontade de não passar mas como o remédio está fazendo sair mais de mil espinhas por dia (o que também é normal, o remédio vai fazer com que mais e mais espinhas saiam, para limpar de vez seu corpo e sua pele - há casos que as espinhas param de sair após o primeiro comprimido, mas isso é raro), eu passo e aguento por umas três quatro horas até começar a arrancar a pomada.
A pomada é do tipo uma máscara, só que mais lenta, após uma hora, uma hora e meia a mesma começa a enrugar e a soltar pontinhas, que lhe permitem puxar e arrancar a pomada, o que eu gostei bastante; pois de noite quando me incomoda muito é só puxar.
Fora o tratamento para as espinhas pedi a ela algo que deixasse meus cabelos e minhas unhas mais fortes e ela receitou-me uma vitamina, da qual eu deveria tomar duas pílulas por dia e um shampoo, que eu deveria mandar manipular também e que deixariam meus cabelos e minhas unhas muito mais fortes.
Ela disse-me que as vitaminas não ajudariam muito no corpo do cabelo, apenas na parte da raiz, na parte nova do cabelo que cresce e que para amenizar um pouco da sequidão natural dele(quando fico sem cremes, chapinhas e olinhos) eu deveria fazer hidratações caseiras de uma a duas vezes por semana.
Bom gente, quarta feira vai fazer uma semana que comecei o tratamento, ela também me receitou um protetor solar, mas dele quero falar em um post a parte, logo logo irão entender, mas quero que saibam que assim que terminar o tratamento; se lembrar venho contar para vocês ok?
Bom! É só, até mais gente! Beijo <3

Sou Nathalia Nates, adolescente, confusa, que não sabe o que quer da vida, e por isso tenta de tudo(desistindo na maioria das vezes por ter medos e inseguranças).

Nasci em uma pequena cidade do norte do paraná, onde moro até hoje, com meus pais e meus dois cachorros.