Resenha: O Hobbit

00:55 6 Comments A+ a-


Inesperadamente, Bilbo Bolseiro, um hobbit de vida confortável e tranquila no Condado recebe a visita de 13 anões e Gandalf que o arrastam em uma jornada através das montanhas e das terras ermas enfretando trolls, orcs, wargs, elfos para o resgate de um tesouro muito bem guardado por Smaug, o dragão. Bilbo se vê em diversas confusões e encontra algo que mudaria não só sua vida como de toda Terra-Média.






Bem, eu li o livro há algum tempo, acredito que há um mês ou algo assim, mas resolvi trazer a resenha dele pelo simples fato de que o filme do mesmo está fervilhando por ai e etc.
Esse livro tem uma certa ligação com a trilogia O Senhor dos Anéis, pois pelo que me parece o Hobbit e um dos personagens da saga - não sei explicar muito pois não assisti e muito menos li a saga (porém pretendo) - e narra a sua "história" pessoal, a grande aventura de sua vida, que foi sua grande jornada até a Montanha, onde um poderoso e terrível dragão toma conta de pilhas de riquezas que pertencem ao povo dos anões.
O livro foi lançado há muito tempo já, acredito que já tenha 50 anos ou mais, entretanto, só ganhou mais fama quando foi noticiado que o mesmo ganharia 3 filmes que contariam sua história.
O começo do livro é meio complexo e quando digo começo quero dizer a página 1 e 2, que é quando o autor explica sobre as runas, sobre as famílias e linhagens e ainda sobre os nomes e títulos... Fiquei muito confusa e confesso que só pude entender depois de ler umas 5 vezes, fora isso; tudo bem.
Devo confessar que achei o começo do livro bem entendiante, pois se tornou um livro parado a partir da página 3, já que o autor conta tudo em detalhes e se apega muito na apresentação da História do povo de Valfenda e etc, até mesmo a chegada de Gandalf, que para mim seria algo muito mais legal se tornou meio massante junto com a "reunião" com os anões.
A parte que mais me empolgou foi quando eles finalmente saíram para a aventura, pois foi ai que finalmente o livro começou para mim.
O episódio dos gigantes e etc foi muito legal, mas confesso que esperava "perigos" muito mais graves e apavorantes pra aventura do hobbit, entretanto, uma das partes que mais gostei desse capítulo foi quando Bilbo conversa com Gollum, acha o anel, e da meio que um "toma" nos anões, que acham que ele não é útil na viagem deles.
Outro dos capítulos que mais gostei é lá para o meio/final do livro, quando Bilbo e os anões abandonam Gandalf e entram realmente no perigo e na aventura, já que Gandalf é um mago que tem tudo para protegê-los. Quando eles ficam presos no grande castelo do Rei Elfo eu finalmente me vi feliz, porque foi nessa parte que nós percebemos porque é o Bilbo o personagem principal desse livro, já que é ele quem salva os anões e leva eles então para a Cidade Do Lago, que é tipo uma cidade que aguardava seu rei que morreu em uma épica batalha para salvar seu povo. Como Thorin, líder do grupo, é descendente do mesmo, tal se proclama como "O Rei Sob a Montanha", dizendo que veio recuperar o que lhe pertence e assim consegue armamentos e provisões para subir a montanha e junto com os anões e o Hobbit, derrotar o dragão.
Eles acham o dragão e chegam até a roubar coisas deles, porém o que é mesmo legal é que Bilbo não quer tudo, ou que ele não deseja muito, tudo que ele deseja é apenas uma pedra, que se encontra no meio de uma multidão de vários tesouros, a Pedra Arkhen, e isso foi uma das coisas que mais gostei do livro, pois Bilbo se mostrou muito humilde e corajoso, não só para enfrentar um dragão, mas também para contrariar os anões e oferecer uma oferta de paz com o acampamento dos elfos e etc.
A batalha dos cinco exércitos foi realmente muito legal e me surpreendeu que Thorin não continuou com sua "cegueira" por causa de sua riqueza.
Confesso que minha resenha está horrível, mas eu juro que tentei, porém peço que me perdoem...
Gostei muito desse livro, mas acho que ele é meio parado e etc, esperava mais "ação" e olha que ele tem várias, mas eu esperava algo mais épico, o que só reforça minhas ideias: Nunca leia um livro criando expectativa.
Bem, dou nota 8 para o livro e vocês? Comentem!

Sou Nathalia Nates, adolescente, confusa, que não sabe o que quer da vida, e por isso tenta de tudo(desistindo na maioria das vezes por ter medos e inseguranças).

Nasci em uma pequena cidade do norte do paraná, onde moro até hoje, com meus pais e meus dois cachorros.