Resenha: Bruxos e Buxas

14:11 22 Comments A+ a-



Li esse livro há um bom tempo já, acredito que uns 3 meses, mas só agora criei coragem de montar essa resenha pois resenhar livros é bem cansativo para mim, então espero que gostem.



Sinopse: No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.

Personagem principal: o livro é protagonizado pelos dois irmãos Allgood, Whit (menino) e Wisty (menina), que são bruxos caçados pela Nova Ordem. São personagens super corajosos e alegres, as vezes até sendo meio diferentes dos demais pela falta de entendimento, mas mesmo assim, personagens legais, entretanto nota-se uma insistente perseguição do autor em retratar o lado adolescente dos mesmos, usando sempre a ironia e o sarcasmo com frases toscas e mornas que todo mundo já ouviu, o que eu acredito que também deva ser alguma forma de humor, mas que, admito, não me fez rir em nada.

Os personagens secundários as vezes carregam frases clichês para os protagonistas, do tipo aquelas "Vocês são o futuro, vocês são os salvadores", mas fora isso são personagens super incríveis, pois mostram a força rebelde, a coragem de ter que se virar sozinho pois seus pais se perderam no meio de uma enorme confusão que O Único Que É O Único causa, algo muito legal de ser explorado, pois apesar de serem místicos ainda assim conservam características humanas, isso sem falar do bom humor que alguns personagens ostentam ou causam nos protagonistas.

Trama: o enredo é bom, chama a atenção, é diferente e inusitado e tem boas características, a saga tem tudo para fazer um enorme sucesso. O que a torna um pouco fraca é a falta de intimidade que se tem com os personagens devido a alteração muito rápida de pontos de vista, visto que a cada capítulo novo o ponto de vista muda entre Whit e Wisty, as vezes mudando em uma ou duas páginas já, mas é algo muito estimulante os capítulos passarem super rápido, é algo realmente novo que eu gostei muito!

Nota: 9,0

Como sempre faço deixarei alguns especiais do livro para vocês, mas dessa vez são bem poucos os que eu achei, mas mesmo assim espero que gostem!!!

Essa coisa é abominável está sendo transmitida pela TV e pela internet também. Todas as revistas e os jornais inúteis estão aqui. É, estou vendo os cinegrafistas empoleirados em vários pontos do estádio.

Eu não ia deixar ninguém machucar a minha irmã. E não ia dar uma de bonzinho e obedecer às regras idiotas deles.


Por hoje é só :3 Espero que tenham gostado! Beijos *-* 

Sou Nathalia Nates, adolescente, confusa, que não sabe o que quer da vida, e por isso tenta de tudo(desistindo na maioria das vezes por ter medos e inseguranças).

Nasci em uma pequena cidade do norte do paraná, onde moro até hoje, com meus pais e meus dois cachorros.